Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




15 de dezembro de 2014

Resenha: O Estranho, Kyra Davis



O Estranho (Apenas Uma Noite #1)
Autora: Kyra Davis
Gênero: Erótico
Editora: Suma de Letras
Páginas: 159
Sinopse: Kasie Fitzgerald sabe quem ela deve ser. Ela é uma estrela em ascendência, viciada em trabalho em uma empresa de consultoria global. Ela é a noiva de um homem bem relacionado que ganhou a aprovação de seus pais. As pessoas sabem que ela é confiável, séria, correta, cautelosa, pragmática, e sim, um pouco previsível. Ela é quem Dave e a família dela quer que ela seja.
Mas, como seu trigésimo aniversário se aproxima, sentimentos enterrados começam a ressuscitar. Sua amiga a leva para Vegas para uma última noite selvagem e louco. Em um vestido mais curto e mais sexy do que qualquer coisa que ela jamais se atreveu a usar antes, ela vence nas mesas de blackjack. E encontra-o. Sob as roupas sob medida, é claro que este é um homem que é intenso, poderoso, e talvez até um pouco perigoso. Com um pouco de apreensão, ela aceita o convite dele para pegar uma bebida, e em pouco tempo, ela está em seu quarto de hotel.
Ela nunca recebe o seu nome completo. Talvez o seu anonimato é uma das razões ela é capaz de se entregar a ele e ao momento tão completamente. Talvez seja por isso que ela só teve o sexo mais requintado e apaixonado de sua vida. Abalado pelo seu próprio comportamento, Kasie tenta riscá-lo como uma noite louca. Mas quando o misterioso cavalheiro que ela só um caso aparece em seu escritório, como o CEO de uma empresa que faz com que a sua consiga um bilhão de dólares em negócios em um ano, exigindo que ela seja quem cuide de conta, e muito mais, as coisas nunca mais ser o mesmo novamente. E não há como dizer onde isso vai …


Vivendo nos padrões, essa é a definição da vida de Kasie Fitzgerald. Responsável e viciada em seu trabalho de consultoria de empresas, fiel e contentada com seu namoro de anos com um homem tão calmo quanto ela e com um visual e uma personalidade tão alinhada quanto todo o resto. Kasie é feliz com quem é e com tudo que tem, isso é, até sua amiga Simone propor um fim de semana na cidade do pecado. Tudo o que acontece em Vegas fica em Vegas, não é essa a regra? Porém após trocar os terninhos largos e em tons pastéis por um vestido bandagem caríssimo e saltos altos, Kasie conhece um lado de si, que combina perfeitamente com a cidade das extravagâncias. Uma mulher luxuriosa, quente e provocativa, que deseja muito mais do que um homem tranquilo em sua cama. Ela deseja um estranho.

Gente, esse livro. Ponto. Kyra Davis já começa chutando o pau das barraquinhas convencionais quando já coloca o leitor de frente com o perigo. Poucas introduções de encher linguiça. Já conhecemos Kasie guardando a recatada dentro da capa de proteção e vestindo a fatal. É muito bacana como seu lado selvagem se apropria do visual e do ambiente e já toma conta de tudo, mesmo com o anjo sussurrando em seu ouvido para resistir. Kasie se entrega de primeira a sugestão que Simone, sua amiga dá a ela, ainda no quarto do hotel. "Você deveria dormir com um estranho" e quando o estranho aparece, podemos apenas congratular Simone por sua brilhante ideia.

- O senhor não precisa de mim.
- Não, não preciso. Mas quero você.

Dividida entre se entregar ao lado sensual e desejoso de si, que não conhecia e que começa a assustá-la, Kasie se arrisca em uma mesa de vinte e um em um cassino da cidade, dando o primeiro passo da noite em direção ao excitante desconhecido. E é quando conhece o homem que tornará a sua vida um verdadeiro jogo. Robert Dade é um empresário bem sucedido, decidido e sensual. Os mistérios da partida de vinte perdem a importância quando bota os olhos na doce mulher, que tenta conter os desejos que a cidade reveladora forçam para fora. Então aposta que se ela perder, ele paga um drink e Kasie perde. Uma bebida se torna uma boa conversa, que se transforma em uma saideira em sua suíte majestosa e então, em uma noite de sexo incrível, sem restrições, sem preocupações, só desejo carnal bruto.
Mas ao amanhecer do dia, tudo volta ao normal. A sensual mulher volta para o guarda-roupas juntos com toda a sua sensualidade e a profissional volta a sua vida rotineira, porém agora com um peso extra nas costas, uma traição. Kasie tenta convencer a si que se arrepende da noite arrebatadora com o Sr. Dade, todavia, seu corpo nega e sua mente se recusa a mergulhar o corpo, o toque e a paixão no esquecimento. Enquanto a jovem tenta de afastar das memórias calorosas e se focar no doce Dave, seu futuro marido, o destino se faz presente e traz Robert para mais perto do outro lado de sua vida, o que não podia ser afetado pelas imperfeições de suas indiscrições.

O Estranho, apesar de ser uma leitura erótica, não é tão quente quanto outros livros do gênero por um motivo que me deixou um pouco chateada. Kasie é a personagem mais metafórica que eu já li. A maior parte do livro é sobre seus devaneios metafóricos sobre as surpresas da vida e aquele lado do leitor que quer focar no romance e na objetividade, fica ansioso com tantas referências, citações, analogias. Essas páginas rendem muitos trechos incríveis, mas que desaceleram a leitura. Ainda assim, as cenas de sexo são quentes de uma maneira mais elegante, sem palavreado hardcore ou narração íntima. Tudo nesse livro é de uma elegância sem tamanho, os personagens, a estrutura, as citações, a paixão...

"Esse é o problema com o pecado; depois de tê-lo aceitado, não precisa mais se preocupar com o que é certo. Você pode fazer aquilo que bem quiser".

Robert descobre sobre a profissão de Kasie, como consultora de empresas e não pensa duas vezes em trazer de volta a sua vida, a mulher devastadora que vem assombrando seus sonhos desde a noite em Vegas. Para isso, contrata a empresa onde ela trabalha para assessorar a sua, uma grande empresa no ramo da segurança. Sem poder recusar o primeiro trabalho relevante da sua empresa e o primeiro onde será a líder da equipe, Kasie se mune de resistência e descrição e se esforça ao máximo para se manter longe das investidas de Dade, que parece conhecer bem mais do que o seu corpo. Com seu noivado prestes a acontecer, ela não resiste e se entrega novamente as sensações de estar com um homem que aceita e se apaixona pelo lado que mais a assusta e que luta para esconder. O perigoso substitui o contentamento com o previsível, o toque incisivo é melhor do que o carinhoso e a perfeição é tão irritante, que Kasie a esmaga com uma porção de passos em falso que resultam em uma entrega de corpo e alma. 
Mas quando sua mente e coração, o anjo e o demônio que sussurram em seu ouvido entram em acordo a se entregarem aos cuidados de Robert, um elemento surpresa ameaça expor a vida secreta de Kasie e pôr em jogo a reputação que tanto preza e que pode levar tanto a admiração e respeito de sua família, quanto a sua carreira profissional a um fim trágico. Escolher o amor acima de tudo ou prezar pela aparência que a mantém salva de qualquer escândalo?

Gente, esse livro parece ser longo, mas as páginas dele são grossas então quando você olha para o montinho de folhas e pensa "ufa, tem coisa pra acontecer ainda", mas não se iludam amigos (as).
 A indecisão da Kasie me deixou a flor da pele. Gritei com o livro, deixei ele de lado um pouco, para refletir sobre o nervoso que me fez passar e dois minutos depois já estava com ele na mão de novo, ansiosa para saber se ela tomaria uma posição ou não. E quando tomou, em uma cena romântica pra caramba, PÁ! Surpresinha! YEAHYEAH (juro, coisa do serginho malandro). O elemento surpresa te deixa de queixo caído, arrasada, furiosa. Ao decorrer do livro, Kasie toma algumas decisões que desembocam nessa tragédia, então não dá para ter muita pena dela, mas dá para morrer por dentro até janeiro de 2015, que é quando a sequência será publicada pela Suma de Letras.

Adorei! Uma leitura rápida, chique, quente como só um milionário sensual poderia nos oferecer. O Estranho é um livro sobre libertação. A transição do coração que nega quem ele realmente é, para a acensão a uma vida plena, completa, feliz abraçando cada imperfeição de sua personalidade, que te torna uma pessoa rara, única. Não existe preciosidade maior do que essa, né? Leia esse livro, abrace quem você é e ganhe um romance felomenal!

"Nada disso parece errado. Não há tensão nem conflito. O prazer não deixa espaço para arrependimentos".

A Suma de Letras arrasou na capa, a imagem tem tudo a ver com o livro e instiga ainda mais o leitor a se aventurar nele. A fonte tem um tamanho confortável, páginas amareladas e firmes, com um toque áspero, que só me deixaram mais fascinada. 

Avaliação: ★★★★

O segundo livro da série Apenas Uma Noite, "Exposta", tem previsão de lançamento para janeiro e super orna para você levar para aquela viagem de férias e se deliciar com a sequência desse romance louco.

Beijos!
Aline, Uma Leitora

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo