Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




8 de dezembro de 2014

Resenha: Um Dia de Cada Vez, Courtney C. Stevens


Um dia de cada vez

Autora: Courtney C. Stevens

Gênero: Romance

Editora: Suma de Letras

Páginas: 232


Sinopse: Alexi Littrell era uma adolescente normal até que, em uma noite de verão, sua vida é devastada. Envergonhada, a menina começa a se arranhar e a contar compulsivamente uma tentativa de fazer a dor física se sobrepor ao sofrimento que passou a esconder de todos. Ela só consegue sobreviver ao terceiro ano do ensino médio graças às letras de música que um desconhecido escreve em sua carteira. As canções parecem adivinhar o que o coração de Alexi está sentindo. Bodee Lennox nunca foi um adolescente normal, mas agora é o menino que teve a mãe assassinada pelo pai. Em seguida, ele vai morar com os Littrell, e Alexi acaba descobrindo que o Garoto Ki-Suco, o quieto e desajeitado menino de cabelos coloridos, pode ser um ótimo amigo. Em Um dia de cada vez, Alexi e Bodee, ao mesmo tempo em que fingem para o resto do mundo que está tudo bem, passam a apoiar um ao outro, tentando viver um dia de cada vez.


Faz pouco menos de um mês que li este livro. E faz o mesmo tempo que eu venho tentando escrever uma resenha digna. Porque eu fiquei sem palavras. Simples assim. E simples assim, eu amei este livro.
Um dia de cada vez fala sobre dor, solidão e culpa. Sobre admitir para si mesmo que precisa de ajuda, ou mesmo um ombro amigo para chorar. Sobre admitir a si mesmo pelo que passou. Porque Alexi sofre e não confia em ninguém para contar o que lhe aconteceu. Ela se culpa pelo que aconteceu. Ela nem mesmo admiti para si o que aconteceu!

Pensar é um saco. Eu queria ser um androide. Ou ter um interruptor de liga-desliga instalado na cabeça. Liga: Lexi consegue fazer o dever de casa, escolher uma faculdade, planejar uma viajem nas férias da primavera com os amigos. Age normalmente. Desliga: Lexi vive em um mundo sem pensamentos, repleto de estrelas e músicas e cachorrinhos. Não sente nada.

Logo no começo já fica óbvio o que aconteceu com ela, apesar de continuar um certo mistério. E uma das coisas que eu mais gostei, que eu achei uma boa jogada da autora, é deixar claro do que ela se envergonha, mas ao mesmo tempo não usando a palavra para dizer do que ela sente vergonha.
Outra coisa que me fez amar Um dia de cada vez foi a existência de Boode e do quão importante ele é para que a história se desenrole. Ele cuida tanto de Alexi e tenta fazer com que ela siga em frente, mesmo ele estando sofrendo com a morte da mãe.

Sozinho.
Diante desta multidão.
Sozinho, neste sonho de matar.
Quem sou eu neste silêncio visível?
Será que alguém me ouve gritar?

A única coisa que realmente me deixou irritada foi certas coincidências que descobrimos no final, mas fazer o que?! A vida também está cheia de coincidências..
Lendo este livro eu ri, chorei e também fiquei com muita raiva de um certo personagem... E acho que era justamente o que Courtney C. Stevens queria, porque assim mostrou para pessoas que passaram pelo que Alexi passou, ou quem vier a passar por isso, que está tudo bem, você não têm com o que se culpar. A culpa não é sua, é somente de seu agressor. Não guarde isso para si e muito menos defenda o culpado.
No fim das contas, este livro é mais um que não é apenas um entretetimento, mas te faz refletir e te emociona, principalmente quando você descobre que o mesmo que Alexi passou, ou algo semelhante, a autora viveu, o que me fez chorar ainda mais haha



Recomendo Um dia de cada vez, é um livro que merece ser lido, que além de ser bem narrado (apesar de alguns erros de tradução) é emocionante.

Avaliação: ★★★★



XOXO
Tiça, Uma Leitora







0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo