Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




30 de dezembro de 2014

Top 5: Leituras de 2014



Olá, pessoal! Pois é, ano acabando, correria, mas sempre sobra um tempinho para parar e refletir sobre tudo o que fizemos durante esses 365 dias, né? E assim como fazemos um balanço do ano na nossa vida, qualquer leitor aproveita para contar na estante de livros quanto volumes leu durante o ano e relembrar com um gostinho de quero mais cada um deles. Eu e a Tiça também fizemos a nossa contagem e além disso, um top 5 com as melhores leituras, nacionais e internacionais do ano de 2014.

Gente, eu, Aline, li muito menos do que eu queria. Mas muito mesmo. 25 títulos apenas. Tô abarrotada de livros que comprei na bienal para ler, mas kedê tempo? Hein? Não sei, mas vou encontrar esse cabra em 2015 e fazer muito bom uso dele. Dentre esses 25, aqui estão os cerejas do bolo do meu ano!


5º lugar: Eu Te Vejo, Irene Cao (Dei Sensi #1)
Resenha AQUI

Ai, como é legal pegar novamente suas leituras do ano e reler os trechinhos favoritos, lembrar do coração acelerado que cada uma delas causou... E a Irene Cao sem empenhou na questão do coração, não só de seus personagens principais da trilogia erótica Dei Sensi, mas também no dos leitores, variando entre ataques fulminantes com suas cenas quentes, até farpas de dor e pocinhas de amor. Estes livro está entre os meus cinco favoritos do ano porque é sobre a acensão de uma mulher e como durante e após se descobrir e se libertar de suas amarras, ela pôde salvar o incentivador de toda a sua felicidade a encontrar a dele novamente e assim, construir a alegria conjunta de um amor livre. Em conjunto com os outros dois livros da trilogia, a autora apresenta um amor desprendido, sem ciúme, com confiança extrema e movido pela paixão entre os dois, pela arte, natureza e pelos percalssos da vida, que o levaram ao apse da felicidade. É uma daquelas leituras com "moral da história" e uma que deve ser aprendida e levada para a vida.
Tudo isso já é master blaster, mas então vem o cenário: Veneza, Roma, Stromboli. Afrescos conhecidíssimos, capelas turísticas, técnicas de restauração, culinária italiana requintada, chef de cozinha sexy e largadão. E claro, uma paixão sem barreiras. Zero inibições, cinco sentidos em alerta para novas experiências sexuais quentes como mil sóis e um amor puro, que nasce puro, entre um casal preso apenas pelos erros do passado. Bom demais e se você ainda não conheceu o trabalho da Irene Cao, tem um 2015 todinho em frente para se deliciar com essa trilogia!

Avaliação: ★★★★



4º lugar: Paixão Sem Limites, Abbi Glines (Rosemary Beach #1)
Resenha AQUI

'Cause I'm a Cowgirl! Eu não, gente, a Blair Wynn, quem não só laçou o coração de um dos personagens mais badalo desse meu ano de leitura, como o meu também! Paixão Sem Limites é um new adult clichê. É, gente, a garota pobre e sofredora que após um grande baque procura uma nova chance na vida e por coincidência, seu caminho cruza com o de um badboy riquíssimo, lindo e pegador. Mas a Abbi Glines é uma alquimista dos romances e com seus toques especiais, transformou esse enredo já conhecido em uma estória ultra emocionante, viva, cheia de tropeços, mas permeada de amor e de vontade de viver (#narcisa). Rush Finlay, sexy, rico e filho de uma estrela do rock é surpreendido por uma linda loira que invade uma de suas festinhas. O atrito inicial já nos dá a noção dos bons petiscos que essa leitura nos trará, e realmente, fico no chão até hoje, cada vez que dou uma espiadinha nessa leitura. Um muro de segredos afasta o coração de ambos, mantendo-os seguros dentro do peito, mas vivendo sob o mesmo teto e com histórias tão distintas, mas que se entrelaçam, os trazendo para mais perto um do outro, quem resiste? Um romance flamejante e verdadeiro tem início, roubando o nosso fôlego, todavia, estaria Blaire disposta a passar por cima do grande segredo após revelado? Seria esse amor arrebatador forte o suficiente para superar esse baque, depois de tanto sofrimento em sua jornada? Amor, suor e lágrimas. Essa série é especial moçada, mesmo escrevendo aqui, não conseguiria descrever o quão profundamente me tocou. Mais do que indicada, é praticamente obrigatória para os fãs de romances contemporâneos.

Avaliação: ★★★★★



3º lugar: O Amor Não Tem Leis, Camila Moreira (O Amor Não Tem Leis #1)
Resenha AQUI

Essa série está tão recente, que ainda suspiro e grita "Ai, Alê!". Primeiro de tudo, um triângulo amoroso com personagens inspirados em nada mais, nada menos que Gerard Butler e M. Shadows. Já no chão? Não amiga (o), erga-se, porque ainda tem muito mais. A série O Amor Não tem Leis, traz amor, luxúria e segredos do passado de uma maneira totalmente excelente. A história acontece aqui no Brasil e nos ensina bastante sobre o sistema judiciário brasileiro, já que os personagens principais são ambos da área de advocacia. Além de toda essa aura profissional, Maria Clara, que acaba de voltar de uma turnê no exterior com seu ficante, o cantor (e M. Shadows), Dereck Mayer, onde tentou escapar por algumas semanas do passado que não a deixa seguir em frente. Quando volta a terras tupiniquins, Clara decide que é hora de procurar um estágio para terminar a faculdade de advocacia e por insistência de sua melhor amiga, Priscila, Clara tenta a sorte em um dos melhores escritórios do ramo em todo o país, onde Alexandre Ferraz, irmão de Priscila é o dono. Ela espera um velho caído e exigente e ele espera mais uma pirralha cheia de hormônios dando em cima de sua beleza, todavia, é aí que a parte legal começa. Eles se deparam com o total oposto. Um advogado competente, belíssimo e ousado e uma jovem linda, madura e dona de si. É profissional, eles tentam lembrar cada vez que o clima esquenta, todavia, mesmo com a quantidade de regras de ética do escritório que os mantém longe um do outro por algum tempo, faíscas acendem uma fogueira de paixão, pronta para destruir tudo a sua volta, as inibições, os medos, os mistérios e os inimigos. Mas quando seu passado é tudo o que você tem, vale a pena arriscar por um futuro incerto?
Esse livro além de ser tudo de bom, me trouxe uma surpresa muito bacana enquanto lia, que só provou o quão boa autora a Camila Moreira é. Quer saber o que foi? Leia a resenha de O Amor Não Tem Leis, está tudo explicadinho lá!
Na boa, leia a série e stalkeie a Camila para ficar por dentro de todos os seus próximos projetos!

Avaliação: ★★★★★



2º Lugar: Entre O Agora E O Sempre, J.A. Redmerski (Entre O Agora E O Sempre #1)
Resenha AQUI

Esse é o livro. Sabe a sua lista de "100 livros para ler antes de morrer?" ela não estará completa se Andrew e Camryn não te ensinarem poucas e  boas da vida. A Redmerski trouxe um romance tão próximo da realidade, que fica difícil saber onde está se metendo, até que a estrutura do enredo te pega de jeito e enfeitiça, até a última página. Liberdade é o ponto de partida da autora, que nos trás dois personagens fugindo da vida ao invés de enfrentá-la. Camryn perdeu o namorado em um acidente de carro, não mora com o pai, tem um emprego que não gosta e ainda por cima, acabou de romper com a melhor amiga, graças aos sentimentos secretos do namorado dela. A jovem decide simplesmente deixar tudo que a está matando para trás e pegar um ônibus para um destino aleatório. E então a mágica acontece. Em uma das paradas na estrada, um cara muito maravilhoso se junta ao restante dos viajantes e depois de muito incomodar o sono de Camryn com o volume de seus fones, uma conversa se inicia e logo eles notam as semelhanças em sua situação. Mas uma viagem não dura para sempre, não é? Errado! Andrew desce no seu destino, mas sentindo que a sua mais nova amiga está em perigo, volta e oferece que continuem a viagem falsa dela em seu carro. Muitos quilômetros, muita conversa, muita convivência. Quando a verdade  sobre quem são e do que estão se distanciando chega, é só mais combustível para a necessidade crescente e então um lindo e quente romance explode. Com seus problemas se embaralhando, irão eles se separar para se manterem preservados ou criar uma força maior para superá-los e seguir em frente?
Esse resumão não chega aos pés do que eu sinto capa vez que pego esse livro. Entre O Agora E O Nunca é uma lição de vida, que não fica para trás quando você termina. Ela te cutuca, te deixa desconfortável, te instiga a abandonar o que a sociedade exige de você e seguir para viver a vida que você deseja. Seja ela na estrada, ganhando uns trocados como garçonete, seja com um emprego e vida estável. Ser livre é a lei e ninguém nunca tratou esse tema com tamanha profundidade quanto a J.A. Redmerski.
Faça isso. Leia esse livro, ele vai mudar você para melhor.

Avaliação: ★★★★★



1º lugar: Real Ugly, C.M. Stunich (Hard Rock Roots #1)
Resenha AQUI

Notou a zoeira na foto de divulgação do blog? Um e-reader, anônimo, misterioso? Pois então, aqui está a explicação!


Não, não é nacional. Eu tentei mesmo fazer um top 5 só com livros já publicado no Brasil, mas eu tenho que seguir o meu coração. Real Ugly é o romance erótico mais perturbador que eu já li. Porque? Bem, porque é muito mais do que suor, sangue e lágrimas.
Essa mulher tem super poderes com uma caneta, pessoal. Na boa, ela fez TUDO ao contrário na série Hard Rock Roots. O romance? Conturbado, carregado de remorso e repulsa. O erótico? Não em uma cama macia king size em um hotel de luxo. Mas no beliche de um motorhome ou se preferir, no chão de banheiro sujo. O enredo? Na estrada, repleto de drogas, dilemas sobre sexualidade e sexo sem compromisso. E os segredos... violência, medo verdadeiro, assassinatos, abortos.
Se você é frágil, de verdade, volte mais tarde.
Ai você deve estar se perguntando "qual ser humano perturbado colocaria um livro com toda essa loucura em primeiro lugar?". Eu coloquei sim, porque por mais que seja terrível, é um dos livros mais magnéticos que já li. Um dos não, é o mais.
Turner Campbell é desprezível. Vocalista da banda de rock em ascensão Independency, ele não tem limites. Se afunda em drogas e álcool, pega todas as groupies e staff também, arruma brigas. Seu passado não é um dos melhores, mas seu presente é promissor. A banda é a principal em uma turnê pelos EUA, conquistando uma ruma de novos fãs e gravando seu nome no sucesso. Mas o passado sempre volta não é? E o pior é quando ele caminha até você em stiletto boots, cabelos loiros e olhos alaranjados capazes de queimar o fundo da sua alma.
Naomi Knox é guitarrista da Amatory Riot, uma das bandas que se juntam ao Independency na turnê. Muitos a chamam de vadia e Naomi não se preocupa em mudar essa opinião. O mais importante é compor e tocar a sua guitarra. As letras que escrevem gritam o passado sofrido que a persegue como o demônio, marcado nas cicatrizes em seu corpo, em brasa na memória e ao vivo e a cores em Turner Campbell. Sua vida seria melhor se ele não existisse.
Amor e ódio se invertem como uma ampulheta nesse livro. Uma sequência vertiginosa de acontecimentos embaralharam a cabeça do leitor e o pega de surpresa logo a frente, desvendando e criando novas intrigas e mistérios. Nos fazendo amar personagens terríveis, torcer para uma paixão condenada dar certo, por mais que machuque tanto e tantas pessoas durante o caminho. Como diz o título, é um livro realmente feio, mas feios também amam e quando acontece, é indestrutível.
Eu AMO esse livro. A C.M. Stunich, com  uma narrativa contemporânea, cheia de gírias e coisinhas conhecidas nesse mundão digital, faz florescer um sentimento tão puro, uma mescla de remorso, desejo e amor surpreendente. Jamais conseguiria criar uma descrição fiel de como essa leitura agiu em mim. Cada pessoa recebe de um jeito diferente, alguns com nojo outros com fascinação como eu. Mas todos temos que admitir que em matéria de lacração, não tem para ninguém. A coroa é da C.M. Stunich!
Leia sem pré-conceitos. Você pode descobrir muito sobre o seu gosto e também sobre como não existe lugar nem momento para o amor dar as caras.

Avaliação: ★★★★★

Bem, vamos já mandar uma meta de leitura para o ano que vem, né. Não vou chutar alto para não me decepcionar depois, então vou escolher dois números ímpares (tenho obsessão por números ímapares, gentch), aqui vai, 35 livros. Já é bom, né? Se der pra ler mais eu leio, podexá (me cobrem!).

E vocês, galero? Qual foi aquele livro que PÁ! LACROU o seu ano? Qual foi a sua meta de leitura de 2014 e qual será a do ano que vem? Comente aí, que eu já vou colocando na minha lista!

Gente, devido a chuva assustadora desses últimos dias, a Tiça, nossa correspondente do Litoral, ficou sem internê. Por isso, o Top 5 dela sairá assim que derem um jeito nessa pouca vergonha que é ficar sem interweb no final do ano ;D 

Beijos!
Aline, Uma Leitora

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo