Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




22 de agosto de 2013

Opinião de Uma Leitora: Príncipe Sombrio, Christine Feehan



Oi, gente! Tudo bem? Bem, longo tempo sem OUL, mas aqui está! Resenha fresquinha pra vocês!


Sinopse: Mikhail Dubrinksy é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinksy gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais depravados serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E mesmo que sobrevivam, como poderão - cárpato e humano construir um futuro juntos?



1. O que achou do livro?

Foi bom. Por ser uma série com seres sobrenaturais não convencionais, cheia de ideias originais e personagens envolventes e a maior parte da estória se passar no território dos Cárpatos (na floresta), podemos conhecer a raça, entretanto, de forma um pouco confusa. Todas essas inovações que a Christine inseriu na história, acabaram enchendo-a demais e tornando difícil o entendimento de algumas questões essenciais. Eu terminei "Príncipe Sombrio" sem entender cem porcento o que eram os Cárpatos, o que me deixou perdida e chateada, pois a raça tem conceitos muito bonitos e eu teria aproveitado mais a leitura se tivesse conseguido assimilar isso antes. O romance começou de uma forma superficial. Os personagens principais estão a beira da loucura e quando encontrar sua salvação um no outro, se entregam como se já se conhecessem há tempos. Ao decorrer do livro, o amor vai se fortificando, mas é fortemente abalado por difíceis revelações sobre a verdadeira natureza de Mikhail, que dão motivos para os grandes conflitos sentimentais de Raven e desaceleram a leitura, ficando presos algum tempo nisso. Mas o que a leitura perde nesse trechos de lentidão, ganha na criatividade da autora. Os Cárpatos com suas ligações a natureza, sua fonte de cura, paz e poder e um entendimento puro sobre amor e união acabam diversificando uma raça já tão conhecida por nós, dando um toque de beleza e até nos fazendo esquecer que se tratam de uma modificação dos vampiros. 
Encontrei alguns erros, palavras repetidas, mas a fonte é de um tamanho bom, páginas amareladas e o design da capa é bem bonito. A Universo dos Livros parece ter mudado o design da capa do terceiro livro, que acabou ficando ainda mais bela do que a dos dois anteriores.


2. Ponto Alto

Quando a Raven passa por um momento bastante difícil, pede ajuda a Mikhail e ele não pode chegar até ela para salvá-la. Nesse momento o pacto entre os dois realmente se firmou, a necessidade sobrenatural de um homem querendo salvar o amor da sua vida. Foi lindo, todo o esforço que ele fez para chegar até ela e se vingar de quem a havia colocado naquela situação, mesmo ele estando em um estado precário de saúde. Eu esperava que houvesse uma vingança mais cega, já que a ligação entre eles era tão forte, mas ainda assim, esse trecho foi muito emocionante. 


3. Ponto Baixo

Os nós que o enredo trouxe a minha cabeça. Os acontecimentos foram rápidos demais, as inovações foram muitas a ponto de ficarem confusas e fazerem com que eu me perdesse em alguns pontos e as repetições de palavras que começaram a desanimar a leitura em certo ponto. 


4. Personagem favorito

Gregory. Desculpe personagens principais, outros personagens coadjuvantes, mas o Gregory é o típico guerreiro frio, possessivo e assassino, que chegou em um ponto tão alto de solidão em sua existência, que acredita que não existe salvação para si. Me lembrou muito o Vishous, da IAN que tinha pouco foco, mas que quando saiu o livro contado sua história, subiu no conceito de todos, se tornando um dos favoritos. Quem leu "Príncipe Sombrio" sabe que está vindo uma reviravolta muito gostosa na vida de Gregory e o que me resta é roer as unhas até o livro dele ser publicado aqui no Brasil.


5. Quais elogios e críticas daria a autora?

O que eu elogio é o enredo, principalmente o valor que é dado a natureza, que é um ponto essencial nesse livro e POR FAVOR, a língua materna dos Cárpatos que a autora criou, como em IAN, que existe o "Idioma Antigo". É um ponto que não era necessário nos livros, os Cárpatos continuariam sendo fascinantes sem isso, mas o cuidado que a autora tomou ao criá-lo, me fez sentir ainda mais acolhida a leitura.
Em críticas, eu só queria que nos próximos livros a trama fosse menos embaralhada, porque o restante é bom e o que não é, se ajeita.

6. Nota: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


7. Deixe um recado para os futuros leitores desse livro

Tenha calma, porque a escrita não é tão boa, mas o enredo é. É inovador, é aquele livro sobrenatural que você está procurando para se desintoxicar de todas essas mesmices de vampiros e lobisomens. Então respire fundo, e foque na beleza tradicional dos Cárpatos e no amor incondicional entre Mikhail e Raven. 


A série Os Cárpatos possui 26 livros *O* e aqui no Brasil, está sendo publicada pela Universo dos Livros. Os dois primeiros livros, Príncipe Sombrio e Desejo Sombrio já foram pulbicados e o terceiro, Pecado Sombrio já está em pré-venda! Adquira já o seu: Pecado Sombrio

Beijos!
Aline, Uma Leitora

2 comentários:

  1. Só de saber que a série é TÃO enorme, já fiquei desanimada. Se eu estou evitando entrar em trilogias, imagine em uma série com VINTE E SEIS livros! hahaha
    Mas curti a proposta dele. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  2. Hum!! Sua resenha ficou incrível, esse jeito de dividir tudinho nos seus devidos lugares é ótimo.
    Mas essa série SóJesusNaCausa, é livro demais da conta!!!
    E me disseram que a revisão tá uma porcaria. Só não vou ler por isso, pela quantidade e pela revisão.
    Porque se dependesse da sua resenha, eu compraria agora mesmo.

    Bjkasssssssss

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo