Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




1 de janeiro de 2016

Papos de Sexta: Melhores de 2015

Acho que em quase todos os dias de 2015 vi posts no Facebook, Instagram, enfim, em todas as redes sociais de que queriam que o ano acabasse logo porque só estavam acontecendo coisas ruins com essas pessoas. Eu não sei vocês, mas meu ano foi maravilhoso. Aconteceram coisas bem ruins comigo, mas ao mesmo tempo eu agarrei tantas oportunidades que surgiram que vou lembrar de 2015 com muita... acho que não saudades, mas felicidade. Pensei em fazer um post só com as melhores leituras deste ano, mas não dá, eu gostaria muito de compartilhar outras coisinhas com vocês! Espero que gostem 

Melhores Filmes



Esse ano eu vi muito filme. Muito filme mesmo. Mas foram esses que me deixaram apaixonada. 

Cidades de Papel, apesar de ter sido em muitos pontos diferentes do livro (que aliás, ao contrário de muitos, eu amei) e passado um "ensinamento" um tanto diferente também, eu adorei! Tiveram cenas cômicas, cenas profundas, cenas leves, cenas de chorar (talvez tenha caído uma lagriminha no final)... Me diverti bastante vendo no cinema :D

O que dizer de uma saga que eu li faz anos e que fui em todas as estreias no cinema e que me deixou arrasada? A Esperança - O Final destroçou meu coração. Acho que eu simplesmente não estava preparada. Em Chamas sempre foi meu livro preferido, mas esse filme, simplesmente ESSE FILME, virou meu preferido entre todos da série. Vai deixar saudades.

Eu preciso realmente comentar algo sobre Star Wars - O Despertar da Força? Não né?! Beleza! A única coisa que quero dizer é que quando começou a passar aquele, hum, letreiro (?) contando as coisas para nos situar na história, caiu lágrimas.

Eu nunca tinha ouvido falar sobre Mad Max antes de começarem as gravações deste (existem outros, um tanto antigos) e demorei muito pra finalmente decidir ver, mas, nossa!!!!! É uma história que se passa quase totalmente numa corrida de carros no deserto e ainda sim conseguiu transmitir toda a história por trás dos personagens, todo esse mundo distópico... UOU!

Kingsman acho que é um dos únicos filmes de ação, de espiões, que gostei. Ele faz brincadeiras com os outros filmes, onde coisas impossíveis acontecem, faz piada com preconceitos, com as pessoas, tem cenas de ação super bem dirigidas e que parece não ter cortes, que te deixa de queixo caído. Principalmente uma certa cena numa igreja haha

Divertida Mente é um filme que crianças provavelmente amaram, assim como os adultos. Se você é uma criança, provavelmente não deve ter entendido tudo aquilo que o filme passa, sobre o crescimento, onde começam a aparecer os problemas, todas as emoções começarem a surgir em suas lembranças (e até sobre início de depressão), mas para quem está nessa fase, ou já passou dessa fase ou pra quem teve ou tem depressão, foi um filme muito forte e virou meu queridinho da Pixar.


Melhores Séries


Eu nunca fui uma pessoa que via séries. Episódios muito compridos me deixam irritada e só de pensar em seis, sete, oito temporadas que deverei enfrentar antes de finalmente acabar, me desanima e The Walking Dead foi a primeira série que me fez deixar de lado essa preguiça. Não esperaria conseguir ver algo com tantos zumbis, mortes, sangue, tripas, mas consegui. E consegui também chegar até o último episódio que lançou e estou desesperada pelos próximos!!!! E com essa série dei chance para muitas outras como Scream e Between (da Netflix).

Outra coisa que "nunca fui uma pessoa que via" eram animes, mas esse ano vi vários! Nº 6, Zero no Tsukaima, Guilty Crown, mas a que quero fazer uma menção honrosa aqui é sobre No Game No Life que virou simplesmente uma das minhas histórias preferidas da vida. Conta a história de dois irmão, Sora e Shiro, que são muito bons em videogames e de tão bons, recebem um e-mail de um Deus da Diversão com um convite para viver no mundo dele, onde tudo, disputas territoriais, dinheiro, vidas, é resolvido através de jogos. Eu poderia falar horas e horas sobre No Game No Life, mas peço apenas para darem uma chance a essa história. Por favor, nunca pedi nada pra vocês :(  

Melhores Leituras


Esse ano, apesar do que eu prometi a mim mesma, não consegui ler muito, foram em torno de 35 livros e entre eles alguns que nunca me imaginaria lendo.

Eu já tinha ouvido falar muito de Cidades de Papel  (geralmente mal), mas como é o livro preferido de uma amiga minha decidi ler e não me arrependo porque (pelo menos para mim) é uma história de como sobre muita vezes idealizamos pessoas, botamos muitas expectativas e que geralmente estamos errados e sendo bobos. Já li todos os livros que John Green escreveu sozinho e esse virou meu preferido sem sombra de dúvida e pretendo relê-lo em 2016!

O primeiro livro que nunca me imaginei lendo (e também que iria lê-lo tão rápido) é Girlboss escrito por Sophia Amaruso, fundadora do site Nasty Gal, que vende roupas e acessórios, e neste livro dá dicas sobre negócios e sobre, principalmente, a história dela, tanto com seu site, quanto sobre a vida. É uma leitura que super recomendo!

E o segundo "nunca me imaginei lendo" é a série de livros 50 ícones da moda, escrito por Paula Reed. Foi um livro que comprei por curiosidade e fez me interessar pela história da moda. Eu, uma garota que sou adepta a shorts ou calça jeans com blusa de manga curta com estampas divertidas/de coisas que gosto.

Por lugares incríveis e Mentirosos foram livros que comecei a ler porque pareciam interessantes, mas sem grandes expectativas e me deixaram, ambos, em choque com o seu desenrolar. E, aliás, tem resenha de Por lugares incríveis aqui no blog.

Melhores Momentos


Uma das minha metas para 2015 era conhecer um lugar novo e voltar para Curitiba (cidade que tanto amo) e, bem, acabei conhecendo Juquehy e Ourinhos e em Julho passei uma semana de muito frio em Curitiba. Vi o espetáculo Improvável, dos Barbixas, vi a final de League of Legends no estádio do Allianz Park, vi o show da minha banda queridinha com meu cantor queridinho, Sleeping with Sirens, encontrei meus amigos do Ensino Médio e me diverti muito (até jogando Banco Imobiliário do Bob Esponja, como nessa virada de ano novo), passei o dia 21 de outubro de 2015, uma data marcante para todo fã de De Volta Para o Futuro, um dos meus filmes preferidos, vendo o primeiro filme da trilogia, passei o natal com meu namorado e a família dele (primeira vez que não passo com minha família), fui à Comic Con e encontrei youtubers que eu amo lá:



Além disse fui em uma balada de halloween em São Paulo, comecei a facudade (Relações Públicas), conheci muita gente nova, fiz um projeto (quase) sozinha de Identidade Visual que ganhou 10.... Aconteceu mais coisa que esperava que aconteceria na minha vida! Claro que não foi só de flores (perdi dois avós, me cobrei muito quanto a faculdade a ponto de afetar meu sono, meu humor e a mim de uma maneira geral), mas ainda assim eu gosto de ver o lado bom das coisas e considero essas coisas ruins que me aconteceram como aprendizado (de alguma forma).

Para esse ano espero muito mais aventuras (quem sabe não conheço outro país?) e novidades (quem sabe eu nao consiga finalmente trabalhar em uma livraria?) e aprender coisas novas (será que francês é muito difícil?) e conhecer pessoas novas! Espero que 2016 supere 2015 e que eu posso fazer daqui um ano um novo post para vocês compartilhando minhas aventuras! E eu adoraria ouvir a história de vocês aqui embaixo. Me contem sobre seu 2015! 
Feliz Ano Novo pessoal! Vão atrás de novas histórias e de coisas que os façam feliz esse ano!

P.S: Esse foi o post mais pessoal que já fiz aqui haha Espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho sobre mim :*


Até mais, pessoal!

XOXO
Tiça, Uma Leitora

Filmow  Skoob  Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo