Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




8 de dezembro de 2015

Resenha a Gringa: Something For The Pain, de Victoria Ashley


Something For The Pain (Pain#2)
Autora: Victoria Ashley
Gênero: Romance contemporâneo
Páginas: 204
Sinopse: Tentador, tatuado e altamente viciante. Alex é tudo isso e muito mais...

Eu cometi muitos erros - alguns de que eu não me orgulho, e alguns definitivamente deixaram suas marcas, mental e fisicamente.
As coisas se tornaram solitárias; Eu me perdi na minha própria cabeça e no final, fiquei ferrado e incapaz de lutar - ou ao menos vencer. Aquela vida vida acabou e eu segui em frente.
Seis meses tatuando no Blue's e já sou o mais desejado e procurado tatuador. Maior parte da minha clientela é de mulheres. 

Elas vem até o estúdio, param na minha cama e ambos terminamos felizes. Tem sido o meu alívio desde que eu parei de lutar. Tornou-se parte no "novo" eu.
Mas quando Tripp reaparece na minha vida, eu não posso negar o fato que faria qualquer coisa por aquela garota.


Então quando ela pede que eu me mude com ela e seu "namorado" - nosso outro amigo de infância - Eu nunca esperei que as coisas se tornassem tão bagunçadas e ferradas que eu me encontraria ainda mais atraído por ela a cada segundo que passava ou querendo protegê-la de tudo que não fosse eu.
Eu trabalhei duro durante os anos para suprimir meus sentimentos por ela, mas quando eu descobri que ela e Lucas vinham tendo um relacionamento aberto, eu tive a urgência de arrancar o coração dele do peito - destruir o que o mantinha vivo.
O que eu não esperava era que Lucas me pedisse o que pediu. Que ele me pedisse para fazer a única coisa que eu vinha secretamente desejando desde que eu era velho o suficiente para saber o que aquela necessidade era. A segunda coisa que eu não esperava era o olhar de necessidade de Tripp quando ele propôs. 
Uma noite de paixão sem restrições poderia mudar nossas vidas para sempre.
Mas nunca disse que seria uma coisa boa...


Em Something For The Pain, a amizade forte entre Alex e Tripp rivaliza as comuns. Expostos desde cedo a pais relapsos e violentos, eles só conseguiram um pouco de paz depois que se conheceram e desde então, assumiram o compromisso de fazer tudo o possível para se manterem seguros e felizes.
Alex deixou para trás as memórias ruins do seu passado e os erros que ele acarretou e agora é um sexy e talentoso tatuador. Tripp cresceu uma linda mulher, com o amor da família de Alex e sua tia e trabalha como garçonete em um bar local. Porém, assim como as crianças cresceram, o sentimento entre os dois também subiu um novo degrau. Os dois se desejam secretamente, mas tem uma amizade importante demais para por tudo a perder. 
As coisas começam a mudar quando Tripp engata um relacionamento bastante liberal com Lucas, um velho amigo de Alex. Ele resolve se mudar para uma casa perfeita para a rotina de diversão que eles viver e a chama para ir morar com ele, porém, para Tripp, não existe diversão onde Alex não está, então ela tem a ideia de chamá-lo para morar na casa também.

Assim que três se mudam, Alex começa a notar que pode não ter sido uma boa ideia. Lucas foi fundo em ser aberto, ficando com outras mulheres, incentivando Tripp a momentos exibicionistas em suas festas, não tratando-a com o devido respeito. E graças a todas essas situações incômodas, Lucas acaba por aproximar Tripp ainda mais de Alex, em busca de dos concelhos de um amigo e talvez de um pouco mais.


"Eu me apaixonei completamente pelo meu melhor amigo e só o pensamento disso acabando e ele voltando a ficar com outras garotas me faz sentir como se o meu mundo estivesse acabando. Eu estou totalmente ferrada..."

Esse livro tem um enredo bastante básico. O que fazer quando você quer mais do que amizade com uma pessoa que é importante demais na sua vida para arriscar um afastamento? Porém, a amizade entre Alex e Tripp vai além do que qualquer uma que já li. Ambos passaram por muitas e péssimas na infância e encontraram forças para seguir em frente nesse relacionamento. Então quando crescem, ambos lindos, selvagens e cheios de paixão, esse afeto inocente, evolui para uma espécie de amor comovente. E a companhia sempre presente se eleva a um grau de necessidade de arruinar o coração. Porém, como ninguém nunca deu bandeira, a tensão sexual é carregadíssima! E só esse relacionamento puro e desejo contido são suficientes para movimentar a estória maravilhosamente, sem a necessidade de fatores externos.
Esse assunto é muito delicado e próximo de todos nós. Graças a isso a autora consegue puxar o leitor de volta aquele crush da adolescência, e nos devolve as borboletas na barriga e toda a torcida para tudo dar certo.

Lucas nota que as brincadeiras cheias de duplo sentido, os sentimentos sempre tão sensíveis e a necessidade de sempre estarem presentes um para o outro vai um pouco além do que uma amizade normal. E quando observa com mais atenção, é evidente que ao menos desejo existe entre os dois. Então, para a surpresa e espanto de ambos, faz uma oferta insana demais para concordar e única o suficiente para dizem "sim".
A proposta liberta o desejo reprimido entre os dois e oferece, com data limite, um "felizes para sempre" que ambos desejam e nenhum tem coragem de propor. Mas como ter certeza que nesse caminho de prazeres e sentimentos arriscados nada será danificado? E quando o medo ameaça, como voltar ao que eram antes?


"Eu nunca pensei que me apaixonar pela minha melhor amiga pudesse machucar tanto, mas eu não mudaria esse sentimento por nada no mundo. Ela sempre foi a única a afastar a minha dor, e agora, por minha culpa, ela será a causa dela".

Something For The Pain é sexy demais. Ambos protagonistas são mestres nos jogos da sedução e mesmo antes da ação começar, eles já nos esquentavam com carinhos e provocações. A autora foi muito feliz em cada uma das cenas de sexo, conseguiu imprimir com louvor não só o desejo carnal, mas a necessidade e as palavras não ditas entre os dois em cada momento. 
Esse livro é tão bem feito, que não pode ser subjugado como alguns que vejo por aí, onde a sensualidade é tanta, que o real sentimento que a autora quis passar fica para trás. O amor acontece no capítulo um, lá alimentado por companheirismo, carinho e apoio e é fascinante acompanhar como tudo muda como as estações, para a junção perfeita de amigos, amantes e companheiros.
Recomendado mil vezes!

Avaliação:  ★★★★★

Something For The Pain é o segundo livro da série Pain, da autora Victoria Ashley. Eu não me atentei a isso, e já fui logo comprando e lendo. Pode ser lido tranquilamente como livro único, mas eu indico que leiam antes Get off on the Pain, que conta a história do irmão mais velho do Alex, Memphis e Lyric.
PS: O modelo de capa tãobabadoquetôbaleada se chama Robert Simmons e vale bastante a seguida no Instagram!

Beijos!
Aline, Uma Leitora

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo