Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




15 de maio de 2014

Opinião de Uma Leitora: A Escolha, Kiera Cass


A Escolha (A Seleção #3)
Autora: Kiera Cass
Gênero: Romance/ distopia
Editora: Editora Seguinte
Páginas: 352

Sinopse: A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante ... Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada.



Cuidado: Você pode se apaixonar por esta série. Seria uma droga, afinal é uma trilogia... E quando você chegar ao fim de A Escolha... Bem, acabou. Ao menos em termos.

A Escolha começa com America tentando conquistar totalmente o coração de Maxon e, ao mesmo tempo, tentando reconquistar sua confiança após os últimos acontecimentos de A Elite. Em meio a ataques de rebeldes sulistas, a concorrência de mais três garotas na Seleção, aliados inesperados, a completa desaprovação do Rei Clarkson quanto a America se tornar Rainha e com seu coração dividido, ela deve decidir pelo que ela quer e deve lutar e, também, para quem ela deve entregar seu coração. Maxon, o príncipe que desde o começo foi paciente com ela (e bota paciência nisso) e bondoso e com quem ela sente que não é um número, mas sim America Singler, uma garota normal e com medos normais, ou Aspen, seu primeiro amor, com quem já tem uma história e que sente que realmente o conhece? Mas talvez ela nunca consiga completamente o coração de Maxon. E Aspen a magoou profundamente...



1. O que achou do livro?

Para mim, Kiera Cass foi um gênio. Ela soube escrever e aproveitar toda a trilogia A Seleção. Conseguiu, também, dar um final digno a todas as personagens, não só à America, mas todos os outros. Quer dizer, para quase todos...
Primeiramente, se você gosta de livros que tenham toda uma história por trás como, por exemplo, todo um motivo para Illéa (o país onde se passa a história de A Seleção) ter surgido, o porquê das castas terem surgido, este livro vai te agradar. Segundo, apesar de num primeiro instante parecer se tratar de uma história de amor, não é isso. A história gira em torno de America que, sim, está apaixonada, mas ela quer ser livre, fazer suas próprias escolhas, quer que seu irmão possa escolher o que quer fazer (jogar bola, estudar insetos) e que uma casta não defina quem você é. Não só ela, mas boa parte dos personagens quer isso. Menos o Rei, que eu odiei desde o começo. Terceiro, e último, a construção dos personagens foi ótima. Kiera não se perdeu. Os personagens seguiram sempre uma linha e, apesar de terem amadurecido, você sentia que conhecia aquela personagem.
Eu me apaixonei novamente pela série lendo A Escolha. E me acabei com este livro. Foi lindo, romântico, surpreendente, tiveram reviravoltas, surpresas...

"Não desejar a coroa talvez a torne a melhor pessoa para usá-la."

2. Ponto alto

Eu adorei descobrir neste livro que muitos, desde as castas mais baixas até as mais altas, queriam Maxon como Rei. Aquilo foi, para mim, um ótimo sinal. Eu sabia, naquele instante, que as coisas iriam dar certo. Que quando - ou se, porque nunca se sabe - Maxon conseguisse o poder ele teria aliados. Isso me agradou de uma forma inexplicável.

3. Ponto baixo

O que mais me incomodou na história foi America demorar o livro INTEIRO para finalmente admitir a si mesma que realmente ama *****. Mas ela admitiu para SI que amava ele. Ainda precisou de uns bons três ou quatro capítulos para admitir isso a ele... e quase não pôde por motivos de... Leia e saberá haha.

4. Qual o seu personagem favorito? 

É bem difícil escolher em meio a tantos personagens um preferido. Gostei de tantos e tantos personagens. Teve America que, apesar de seu jeito irritante, eu me apeguei. Teve Marlee e seu jeito doce e fiel a America. Teve as criadas, principalmente Lucy que, apesar do tanto que sofreu, conseguiu encontrar o amor e que foi muito forte. Teve Georgia que, apesar de ter aparecido tão pouco, foi muito importante para a história e também para America. Teve Maxon e também Aspen, dois garotos que vão estar para sempre no meu coração (Nesse momento estou quase chorando. Me apeguei tanto a todos. Por que não poderia ser uma série de livros? Ta bom, se fosse uma série acabaria estragando...) por causa de seus jeitos heroicos, divertidos, cativantes e apaixonados. 
Por favor, não me façam escolher um :(

5. Qual elogio/crítica daria a essa autora?

Como eu falei lá em cima, Kiera criou toda uma história, todo um motivo, toda uma trama. Se você quer romance você vai encontrar. Se você quer conflitos políticos, você vai encontrar. Se você quer mortes... infelizmente você vai encontrar.

O que eu senti falta em A Escolha foi a falta de emoção que America deixou transparecer com a morte de pessoas próximas a ela. Ela pensou naquelas pessoas, disse que estava triste... e isso. Só. 

Nota: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 100 
(me obriguem a dar apenas 10 u.u)


7. Deixe um recado para os futuros leitores desse livro

Cuidado com seu coração. O meu foi quebrado em milhões de pedaços (eu sendo drama queen).

Mas é sério, leiam e se apaixonem!

P.S: Enquanto estiverem lendo esse livro (e até mesmo A Seleção, A Elite e Contos da Seleção) ouçam esta música!!!!!!

America - Imagine Dragons



XOXO
Tiça, Uma Leitora

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo