Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




29 de outubro de 2013

Opiniões de Umas Leitoras: Peça-me O Que Quiser, Megan Maxwell


Peça-me O Que Quiser
Suma de Letras
Autor: Megan Maxwell
Gênero: Romance/Erótico
Páginas: 398

ATENÇÃO!!! ESSA RESENHA CONTÉM LEVES SPOILERS.

Opinião de uma leitora chamada Aline Azevedo (eu)


1. O que achou do livro?

Me surpreendi como não me surpreendo há muito tempo com livros do gênero erótico. Minhas reclamações sobre cópias de "Cinquenta Tons de Cinza" são constantes e o que tenho a dizer sobre "Peça-me O Que Quiser", é: deslumbrantemente diferente relação escaldante deslanchar e nos presentear com cenas diferentes e não menos chamativas. Além dessa grande diferença, o livro ainda conta com conflitos sentimentais, segredos e revelações que podem juntar Eric e Jud de vez ou lançá-los de volta aos opostos que são suas vidas. 
Praticamente comi "Peça-me O Que Quiser", após começar a ler esse livro, é agoniante parar e ao terminar, é impossível não correr na livraria ou já adquirir "Peça-me O Que Quiser - Agora e Sempre" na sequência. Os leitores de eróticos, como eu, estão ávidos por inovação após o gênero estagnar nas cópias modificadas de grandes sucessos e essa obra da Megan Maxwell é um oásis em nossa busca por novidades.


2. Ponto alto (momento favorito)

Apesar de muito triste, o final do livro. O gancho deixado para a continuação foi incrivelmente bem feito, me fazendo ficar realmente chocada. A estória se desenvolve com tanta intensidade, que nos faz esquecer de alguns fatos e não perceber certas ligações e quando pensa que não, BOOM. O livro acabou em chamas e você está chorando no cantinho por Judith, Eric e a continuação.


3. Ponto baixo 

Tenho uma dificuldade genética com livros em primeira pessoa. Em alguns, como nesse, eu respiro fundo e espero que o enredo seja tão magnífico, que me faça esquecer isso. Apesar do ótimo enredo, a narrativa da Judith ficou bastante repetitiva, como se a autora já tivesse criado uma frase obrigatória para certos trechos, como "Calor, calor... Muito calor". Mas isso, de forma alguma diminui o nível de aproveitamento do livro.


4. Qual o seu personagem favorito?

Eu gosto muito da Judith. É uma mulher determinada, firme e de palavra. Claro que amolece quando de trata de Eric, mas quando é preciso ela se impõe e passa por cima de seus sentimentos para manter a dignidade. Nada de protagonista virgem e inocente, nada disso. Ela quer, ela seduz e ela só aqueta quando consegue. 
Isso não quer dizer que não tenha gostado do Eric. A vontade de socá-lo ao decorrer do livro foi o que me fez gostar dele, mas como a Jud narrou, acabamos por conhecer melhor a ela e em relação a ele, muitos de seus dramas e segredos ainda estão escondidos nos próximos dois livros, então prefiro me pronunciar sobre ele na resenha dos próximos. (Muito em breve, porque estou me coçando para comprar o próximo!)

PS: Bjorn. Tem como não amar esse homem?


5. Qual crítica e elogio daria a autora?

Elogios: Primeiramente, muito obrigada Megan Maxwell, por abandonar a zona de conforto do gênero erótico e se aventurar por outras bandas. Esperava que o livro fosse a cópia, da cópia do primeiro erótico a bombar pelo mundo "Cinquenta Tons de Cinza" e foi uma delícia, descobrir o quão errada eu estava. O enredo, a vertente do erótico usada para o desenvolvimento da estória, no caso o voyerismo, a personalidade dos personagens, a relação entre eles e tudo isso entre o fogo que é Judith e sua personalidade forte e catalã e o gelo, que é o nosso querido Eric, mais conhecido como Iceman. Tudo foi muitíssimo diferente, me senti descobrindo o erótico novamente.

Eu amei a forma como a Megan torturou os leitores com os segredos de Eric. Quanto mais o casal se envovia, mais eu ansiava por saber se esses segredos os afastariam definitivamente  ou não. Sabe aqueles momentos de agonia, que você bate no tapo da mesa e torce os dedos dos pés? Exatamente esses. 

Os personagens secundários que dão um show, ganhando um espaço especial em nossos corações e o desejo de vê-los novamente pelo restante da série. (Como o Bjorn. HELP, QUE HOMEM É ESSE).

Críticas: Não gosto muito de livro que tem alguém a impedir o relacionamento dos personagens principais. Com as diferenças entre Eric e Jud já conseguiríamos ter um romance caliente de mão cheia. Mas isso é meu gosto pessoal, gente. Não se prendam a ele.

Como disse antes, a narrativa repetitiva de Judith ao decorrer do livro me fez desacelerar, mas nada que faça "Peça-me O Que Quiser" não merecer nota 10, meu coração e um lugar na minha lista de melhores leituras de 2013.


6. Nota: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 


7. Deixe um recado para os futuros leitores deste livro

Um erótico já é quente, não é? Imagine um erótico em Madri. Com uma espanhola muito da orgulhosa e um Alemão frio e distante, que escolhe justo a ela para quebrar o gelo. Ok, normal, eu sei. Mas tem um plus. Nada de chicotes, suspensões, coleiras... O prazer que Eric tem em observar foi o mesmo prazer que senti ao ler cada página desse livro. E a felicidade que Judith encontra nos braços e nas descobertas com esse homem é a mesma que senti ao descobrir essa maravilhosa trilogia.


Opinião de uma leitora chamada Salete Bernardo


1. O que achou do livro?

 Gostei muito do livro, é o primeiro que leio de participantes de swing sem menção aos praticantes de BSDM.


2. Ponto alto 

O momento que eles olham a chefe dela no arquivo, é um momento intimo e mostra como todos nos excitamos olhando uma cena quente de sexo.


3. Ponto baixo

O momento que ele oferece ela para uma mulher e grava sem o consentimento da Judith.


4. Qual o seu personagem favorito? 

Zimmerman. Confiante, decidido e másculo.


5. Qual crítica e elogio daria a autora? 

Minha crítica é o fato dele ser o chefe dela foi um tema muito utilizado esse ano. E elogio por descrever cenas com muito erotismo e propriedade com pitadas de romance.


6. Nota: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 


7. Deixe um recado para os futuros leitores deste livro 

Se você gosta de livros hot, leia sem preconceito, pois esse é muito hot.


Para quem quer se aventurar por esse novo mundo erótico, adquira já o seu exemplar de "Peça-me O Que Quiser" (aqui) e para quem já leu e como eu, a Salete e o mundo, está se contorcendo de ansiedade para ler a continuação, adquira já "Peça-me O Que Quiser, Agora e Sempre (aqui).


Beijos!
Aline, Uma Leitora

8 comentários:

  1. Sensacional !!! Adorei suas observações, Aline !!! Com certeza, ele está entre os meus preferidos. E não tem como não viciar na música Blanco y Negro, da cantora Malú que virou a trilha sonora perfeita para a Judith e o Eric. É um romance para degustar sem moralismo e preconceitos.

    ResponderExcluir
  2. ta ae um livro que eu queria ler, mas perdia a vontade xp

    ResponderExcluir
  3. Achei o livro nojento , quem compra achando que é romance pode esquecer , em nada chega perto do Grey

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente amei o livro e estou amando, pois estou lendo o segundo. Acho que só quem tem uma mente inteligente e desprovida de tabus pode ler a Megan. Isso não é pra qq um.... Como sempre digo isso é para os fortes.... rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Amei o livro e estou lendo o segundo agora... e amando!
    Beijos,
    Marissa
    http://cladoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amei o livro... ja li os 3 e me apaixonei.

    Achei incrivel a personalidade forte e decidida da Judith, que deixa o Eric louco e faz com que ele reflita sobre muita coisa.

    E como foi citado na primeira critica, como não se apaixonar por Björn, lindo e um amigo extremamente fiel.
    No livro que fok lançado contando a estória dele e da Melani, simplismente perfeito, outro livro da Megan Maxwell completamente envolvente.
    Para quem ficou interessada em ler chama-se SURPREENDA-ME.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. taaa me conta como é o terceiro livro??????

      Excluir
  7. Amei o livro, surpreendente!!!
    Já li os três... estou apaixonada pelo Eric e pela Jud...Os dois são cúmplices um do outro!
    Agora vou ler Surpreenda-me!!!
    Amei a resenha...
    Mais que indicado a trilogia!!!!
    Eu amei a trilogia dos 50 tons, mas essa é demais...
    Mais que recomendado!
    Michelle.

    ResponderExcluir

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo