Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




17 de outubro de 2013

Opinião de Uma Leitora: A Lenda do Lago Dourado, de Edson Vanzella Pereira


A Lenda do Lago Dourado
Editora Dracaena
Autor: Edson Vanzella Pereira
Gênero: Ficção
Páginas: 378

Sinopse: "Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia. Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso. Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir."




"A Lenda do Lago Dourado", gira em torno de uma lenda sobre um lago, que em suas profundezas, guarda um cajado mágico, cujo o poder imensurável, é destinado a aquele que encontrá-lo e tocá-lo. 

A família Baltimore é simples e feliz, com seus três filhos e muito amor. Até que, graças ao Programa do Superdotado, programa do governo que elege crianças com QI altos para trabalharem para o governo, David Baltimore é selecionado com um QI maior do que 160. A partir daí, a vida da família desmorona, após um incidente com David, que o afasta de todos. Max, irmão do meio, recebe um chamado do lago dourado durante uma visita monitorada dentro da propriedade da Moranreal, empresa de sucesso no ramo de alimentícios, e a ele é concedido o poder para deter o Agente Negro, líder da Fraternidade da Escuridão, a qual deseja o caos mundial e a manipulação da população a sua bel vontade. Max então, vai em busca de pistas sobre esse líder do mal e formas de destruí-lo e devolver a paz a terra.


1. O que achou do livro?

Gostei bastante do livro, por conter um enredo bem desenvolvido e diferente, mas não enrolar muito nisso. O autor se demora apenas nos pontos importantes, nos fazendo matutar loucamente junto com Max, atrás de explicações para um universo oculto de magia e batalhas constantes entre as forças do bem e do mal. Com narrativa fluída e um clima geral de "o fim está próximo", acompanhamos a caminhada de Max, agente do Poder da Luz - força benigna criada pela bondade dos humanos -, na busca por desmascarar a Fraternidade do Mal, em sua nova empreitada para a manipulação dos humanos e dominação mundial, além também de busca reverter o destino trágico de seu irmão, David. Os humanos, que sempre sofrem nas mãos de energias e seres invisíveis a eles, dão a volta por cima e após convertidos a missão do bem, se juntam em busca de justiça, paz e amor.

2. Ponto alto (momento favorito)

Sem dúvida o final, quando o sofrimento pelo qual a família Baltimore está passando há anos, é finalmente sanado e eles podem voltar a serem felizes e se dedicar por inteiro as missões do poder da luz. É uma cena muito comovente, foi lindo demais.

3. Ponto baixo 

O Max ter recebido o poder da luz em si e ter se tornado um gênio, acabou por barrar alguns eventos que poderiam ter contado mais com a adrenalina do imprevisível, do que sempre com a certeza de tudo dar certo. Apenas no final do livro que me deparei com alguns erros de cálculo da mente brilhante do garoto o que acabou por colocá-lo em apuros. Por ser um livro com muitas missões praticamente impossíveis, senti falta de mais adrenalina enquanto eram executadas.

4. Qual o seu personagem favorito?

Srta. Brenda Marshal. Gente, que mulher fantástica! Tudo o que o grupo de defensores do poder da luz conseguiu, foi graças a ela e sua grande influência sobre a presidência. Além disso, colocou seu cargo de orgulho em jogo ao acreditar em Max, o que foi um passo no escuro, tornando-a ainda mais corajosa e admirável.

5. Qual crítica e elogio daria a autora?

Senti falta da ação. Por ser um livro com muitas conspirações a serem descobertas, esperava um pouco mais de confronto e acontecimentos imprevisíveis. O livro tem muitos diálogos, muitos planejamentos impecáveis de como fazer para desmascarar o Agente Negro, mas pouca adrenalina. Não consegui sentir aquela aflição pelo personagem ou mergulhar na cena. Também achei difícil a linguagem formal demais, usada entre dois adolescentes. Entendo que não dá pra fugir da gramática, mas algumas palavras ditas por eles, tornava difícil entender o personagem. Adorei por ser um livro com diálogos rápidos, nada de explicações e descrições desnecessárias, vai direto ao ponto. E também por ser leve, sem nada visceral, além do romance juvenil, que balanceou a vida de Max.


6. Nota: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 


7. Deixe um recado para os futuros leitores deste livro

Você pode imaginar que já leu todos os tipos de livros do gênero ficção, mas se ainda não leu "A Lenda do Lago Dourado", está enganado. Magia, tecnologia de ponta e forças do mal prontas para liderar o mundo. É leve e rápido, uma leitura despretensiosa, mas que faz grande diferença nesse gênero.


Beijos!
Aline, Uma Leitora

1 comentários:

  1. Tá aí um livro que eu tenho curiosidade em ler, mas ainda não tive oportunidade. Parece ser bem diferente do esperado e isso me atrai!
    Se o ponto alto foi o final, já vou esperando um desfecho daqueles.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo