Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




19 de setembro de 2013

Séries: Cult



Sinopse: Trata-se de uma série dentro da série. Na história, Cult é uma série de TV que gira em torno de Kelly Collins (Alona Tal, de Supenatural), uma detetive que investiga as atividades de Billy Grimm (Robert Knepper, de Prison Break), líder de um culto. Muito popular entre os jovens, Cult pode estar sendo utilizada como fonte de inspiração para que pessoas na vida real pratiquem rituais de morte. Assim, Skye (Jessica Lucas, de Melrose Place), que trabalha como assistente de produção da série, se une ao jornalista e blogueiro Jeff (Matt Davis, de The Vampire Diaries) para investigar. O interesse de Jeff no caso é pessoal. Seu irmão desapareceu. Acreditando que ele possa ter sido uma das vítimas dos fãs de Cult, ele decide descobrir a verdade.


Após sujar sua carreira com métodos nada louváveis de obter material para suas colunas em um jornal local, Jeff Sefton procura a matéria perfeita para se redimir em sua carreira e é subitamente lançado em um universo de mistério e manipulação, quando seu irmão Nate, lhe diz que conseguiu desvendar uma mensagem subliminar transmitida em uma série de televisão chamada Cult e que agora, os fãs da série o estão perseguindo.


A série começa com o desaparecimento de Nate, após desvendar essa grande mensagem que os “Verdadeiros Seguidores”, fãs da série Cult, acreditam que ela transmite. Jeff sai desgovernado atrás de informações sobre a série, sem foco por onde começar a investigar e no set de gravações, acaba por conhecer Skye Harrow, pesquisadora da emissora para aquela série e que também tem o passado marcado pelos mistérios de Cult.  Os “Verdadeiros Seguidores”, se inspiram nas ações e no formato de sociedade que empregada na série, onde Billy Grimm é o chefe de um culto, onde todos moram em paz e tranquilidade, apegados a natureza e a boa criação de seus filhos, mas Billy é investigado por Kelly, detetive que teve ligações com o culto e que sabe que por trás da faixada pacifica, atos de violência e manipulação são executados para estruturar e manter o poder de Billy sobre todos. Assim, baseados nesse estilo pitoresco do personagem Billy cuidar de seus amigos, na vida real, seus fãs começam a agir da mesma forma, fazendo de tudo para agradar e fazer com que a série dê certo. 


Ao decorrer dos episódios, tudo o que você achava ser coisa do demo, se revela como uma trama muito bem conservada até Jeff e Skye se meterem no meio dela e começarem a destruir toda a conspiração que mantinha seus fãs na mão, usando-os para o que fosse necessário.
Cult é toda mistério. Daqueles que dá frio na barriga e que você grita sozinha para o monitor, enquanto todos acham que você é louco. A trama é bem complexa, o que me fez ficar perdida várias vezes, tendo que reassistir algum episódio ou cena, mas vale muito a pena! A série mesmo, a Cult que nós assistimos, contém alguns elementos que me deixaram aflita, como algumas mensagens subliminares reais, daquele flashes de informação que só quem está cem por cento ligado percebe, além nome do diretor da série real, ser Steven Rae, que também é o nome do cabeça de todos os terrores e falcatruas da série que se passa dentro da série. Não disse? Tenho certeza que o seu cérebro deu um nó. Mas fique tranquilo, porque não é permanente, mas a curiosidade é, então corra pra assistir Cult! 


O espectador se sente parte da trama, sofre e comemora com os avanços do casal Jeff e Skye (sim, casal pessoal! Vem que tem romance também) e leves paranoias sobre manipulações cerebrais estão inclusas nessa viagem ao desconhecido. A cada resposta dos “porquês” que permeiam a série, é um grito de amém dos fãs, que sofrem para tentar descobrir, antes de ser revelado, o motivo de todos aqueles acontecimentos chocantes. Esse enredo é uma joia, nos provando o quanto estávamos errados sobre tudo num estalar de dedos e deixando aquele sentimento de perda no final da temporada. Sim, pessoal. Apesar de todos esses caminhões de elogios, a série que era da HBO foi cancelada. O planeta ganhou o meu ressentimento com isso, porque Cult foi um prato cheio para os meus instintos investigativos e foi super chato me contentar com apenas 13 episódios. Mesmo assim, não perde a qualidade por seu final abrupto e é um ótima pedida para todos os gostos!

Espero que tenha ficado curioso e que vá já caçar episódios de Cult para assistir e quando terminar, saiba que não está sozinho(a) nessa perda *abraça apertado*.


Beijos!
Aline, Uma Leitora


3 comentários:

  1. Nossa, nunca tinha ouvido falar nessa série. É exatamente do tipo que eu aprecio, mas que triste que ela tenha sido cancelada! T.T
    Mesmo assim quero assistir, obrigada pela indicação, gostei muito do post.
    Beijo.

    p4raparadise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Aline, vc entendeu o porque de o pai da Skye ser o Steven Rae?

    ResponderExcluir

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo