Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




22 de novembro de 2012

News: Jamie McGuire divulga capa e trecho de seu novo livro "Walking Disaster"





Jamie Mcguire divulga capa e trecho de seu novo livro “Walking Disaster”, continuação de Belo Desastre. O livro será lançado em 16 de abril nos EUA e trata-se da mesma história de Belo desastre, porém, narrado por Travis.
Aqui vai o trecho disponibilizado pela autora. 
Shepley saiu de seu quarto puxando a camiseta sobre a cabeça. Suas sobrancelhas juntas. “Elas simplesmente se foram?”
“Sim,” eu disse distraidamente, enxaguando minha tigela de cereal e despejando o resto da aveia de Abby na pia. Ela mal tocou.
“Bem, que inferno? Mare nem sequer se despediu.”
“Você sabia que ela ia à aula. Deixe de ser um bebê chorão.”
Shepley apontou para seu próprio peito. “Eu sou um bebê chorão? Você se lembra de ontem à noite?”
“Cala boca.”
“É o que eu pensava.” Ele sentou-se no sofá e colocou seus tênis. “Você perguntou à Abby sobre seu aniversário?”
“Ela não disse muito, exceto que não curte aniversários.”
“Então o que faremos?”
“Dirigindo uma festa.” Shepley assentiu, esperando que eu me explicasse. “Eu pensei em surpreendê-la. Convidar alguns de nossos amigos e com America a distraindo por um tempo.”
Shepley colocou seu boné branco, puxando-o tanto para baixo que eu não podia ver seus olhos. “Ela pode fazer isso. Algo mais?”
“O que você acha de um filhote?”
Shepley riu. “Não é meu aniversário, bro.”
Eu andei em torno da mesa de café da manhã e me encostei na cadeira. “Eu sei, mas ela vive nos dormitórios. Ela não pode ter um cachorro.”
“Manter ele aqui? Sério? O que vamos fazer com um cachorro?”
“Eu encontrei um Cairn Terrier na internet. É perfeito”.
“Um o quê?”
“Pidge é de Kansas. É a mesma raça do cachorro de Dorothy em Mágico de Oz”.
A cara de Shepley estava branca. “Mágico de Oz.”
“O quê? Eu gostava do Espantalho quando era criança, fique quieto.”
“Vai cagar em todos os lugares, Travis. Vai latir e choramingar e… eu não sei.”
“Assim como America… tirando a parte de cagar.”
Shepley não achou graça.
“Eu vou passear e limpar. E vou deixá-lo no meu quarto. Você nem vai saber que ele está aqui.”
“Você não pode impedi-lo de latir.”
“Pense sobre isso. Você tem que admitir que isso vai conquistá-la.”
Shepley sorriu. “É disso que se trata? Você está tentando conquistar Abby?”
Minhas sobrancelhas se uniram. “Pare com isso.”
Seu sorriso se alargou. “Você pode pegar o maldito cachorro…”
Eu sorri com a vitória.
“… Se você admitir que sente algo por Abby.”
Fiz uma careta. “Vamos lá, cara!”
“Admita,” Shepley disse, cruzando os braços. Era sério. Ele realmente vai me obrigar a falar.
Eu olhei para o chão, e qualquer outro lugar exceto para o sorriso presunçoso de Shepley. Eu lutei por um tempo, mas o filhote era fodidamente brilhante. Abby vai vibrar (de um jeito bom dessa vez), e eu poderia mantê-la no apartamento.
Ela estaria lá todos os dias.
“Eu gosto dela,” eu disse com os dentes cerrados.
Shepley colocou a mão no ouvido. “O quê? Não consegui te ouvir.”
“Você é um idiota! Você ouviu isso?”
Shepley cruzou os braços. “Diga.”
“Eu gosto dela, ok?” “Não é suficiente.”
“Eu sinto algo por ela. Eu me importo com ela. Muito. Não aguento quando ela não está por perto. Feliz?”
“Por enquanto,” disse ele, pegando sua mochila do chão.
E aí, todos ansiosos por mais este lançamento?

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo