Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




13 de abril de 2015

Resenha: Exposta, Kyra Davis



Exposta (Apenas Uma Noite #2)
Autora: Kyra Davis
Gênero: Romance erótico
Editora: Suma de Letras
Páginas: 168
Sinopse: Exposta - “Você quer saber meu nome? Meu nome inteiro?”


Perguntou o homem misterioso que Kasie conheceu em uma mesa de cartas.

Em O estranho, primeira parte da série best-seller internacional Apenas uma noite, o mundo de Kasie vira de cabeça para baixo quando o estranho com quem passou a noite mais prazerosa de sua vida, em um hotel de Las Vegas, se revela o maior cliente da empresa em que trabalha. 

A proximidade de Robert Dade faz Kasie questionar a imagem controlada e modesta que construiu de si mesma, na tentativa de agradar a família e os colegas de trabalho. E o poder de atração de Robert, tanto no escritório quanto no quarto, não permite que Kasie lhe negue nada.

Mas então seu noivo, Dave, descobre a traição. E agora é impossível prever até onde ele irá para não perdê-la e o que Robert será capaz de fazer para roubá-la de vez para si. Em Exposta, a segunda parte da série Apenas uma noite, Kasie enfrentará um jogo de dinheiro, poder e vingança, inimigos perigosos e aliados inesperados. E ela terá que deixar as incertezas de lado para retomar o controle da própria vida.



Exposta é o segundo livro da trilogia Apenas uma Noite, de Kyra Davis e narra em terceira pessoa o destino catastrófico de Kasie, que após se entregar a um caso de uma só noite com o famoso milionário Robert Dade, não colocou só o seu noivado com Dave e risco, as também a sua felicidade e liberdade.

Após os acontecimentos de O Estranho, onde Kasie opta por manter as aparências de um relacionamento saudável com Dave e abandonar o caso de paixão que virou a sua cabeça e a do Sr. Dade, a jovem é presa a trana de chantagens do homem que imaginava como gentil e perfeito para passar o resto da vida junta. Ferido pela traição, Dave revela o lado mais obscuro de sua personalidade, abandonando as tentativas de chantagem emocional e partido para vias mais viscerais desse tipo de agressão. Sua ex-noiva apegada a imagem de filha e funcionária perfeita que a manteve sã até pouco antes da sua viagem para Vegas é reduzida a menos do que um fantoche as mãos de Dave, obedecendo suas ordens, aceitado suas aproximações e palavras abusivas e sendo humilhada direta e indiretamente.

"Não temos que sentir a dor da culpa, nem o medo das consequências. Apenas prazer. Como se quisesse demonstrar, ele se inclina na minha direção. Acaricia o meu rosto. As mãos dele são gentis e ásperas.
Ele já construiu coisas com essa mãos, delicadas peças artesanais de madeira e empresas poderosas. Ele passa a mão pelo meu cabelo e o puxa levemente.
- Kasie - diz ele.
E a jaula se abre."

Exposta foi forte. Confesso e e alguns momentos fiquei enojada com as vinganças de Dave contra Kasie. A Kyra Davis pôs na balança a densidade da paixão bruta entre os amantes e do ódio visceral do traído, transformando esse livro e um buraco negro, que te suga e só liberta a última página. Dentre os mistérios que esse livro trouxe foram os diferentes tipos de irritação que assola o leitor. Deixado claro que não houve um segundo sequer que eu não odiei o Dave, mas também passei a ter uma leve irritação com a Kasie. A insistência e manter as aparências quando visivelmente era abusada moralmente. Eu amo as mulheres fortes, elas possuem as rédeas de qualquer história, todavia, dessa vez, ler página após página dela se deixado ser abusada, até encontrar uma maneira de escapar das garras de Dave, recusando a ajuda de todos foi um pouco tenso.

Temendo perder a si completamente se aceitasse a ajuda de Robert Dade, Kasie aguenta dia após dia de sofrimento, saudades e vulnerabilidade. Inimigos de profissão aproveitam a sua fraqueza pessoal e ameaçam corromper sua carreira na empresa de consultoria, mudando o curso da história. Com seu coração, sua reputação e seu emprego em jogo, Kasie tem tudo a perder. Uma palavra de Dave com qualquer uma das pessoas que a admiravam e exporia seus erros mais secretos e então tudo estaria perdido. Foi quando a virada de mesa se mostrou bem mais fácil do que imaginava. Jogar o jogo do inimigo é conhecer as suas fraquezas. mas o quanto essa estratégia a levaria a conhecer o homem que virava a sua cabeça? Seriam as semelhanças entre a obsessão e dominação de Dave sobre ela em uma situação de vingança tão diferentes da trama de pedidos direcionados de Robert? Se libertar de uma prisão horrenda, para cair em seguida em uma gaiola dourada parecia ter diferença, mas todas resultavam em perder sua liberdade de se redescobrir. 

O outro lado dessa moeda é o romance, que continua de ótima qualidade. Vivendo um relacionamento de descobertas pessoais, até agora, essa série envolve uma diversidade brilhante de paixão. Usando e abusando da imaginação dos personagens e dos leitores, cavando fundo os desejos mais secretos de Kasie e os tornando realidade e um cenário rico de narrativa simples e jamais cansativa. O mistério sobre Robert permanece e após esse volume só cresceu mais.
Em uma visão geral, Exposta foi além das expectativas. Ultrapassado as barreiras de um romance erótico atual e encontrando os limites da capacidade de um ser humano sobreviver a pressão de perder o seu norte. Kyra Davis deve ter escrito esse livro corrido, porque não encontrei lacunas e o desenvolvimento do relacionamento entre Kasie e Robert continua macio, tropeçado apenas os segredos ainda não revelados.
Eu gostei demais da ousadia e tendo uma queda por um pouco de hardcore os romances, aproveitei o máximo da leitura, mas não é para todos. Assim que fechei o livro pude imaginar alguns leitores torcendo o nariz. Eu indico a você, caro leitor, a fazer o contrário e se arriscar em um erótico cheio de tensão, paixão e classe como Exposta!

"Sim, esse é um home perigoso. Perigoso porque o seu poder vem do meu próprio desejo e aumenta com o tempo e a familiaridade. Posso lutar contra Dave, posso lutar contra Asha.
Mas contra Robert Dade?"

Avaliação: ★★★★★


Beijos!
Aline, Uma Leitora

0 comentários:

Postar um comentário

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo