Resenha de Melhor que Chocolate, Laura Florand
CampNaNoWriMo 2015: outra competição, dessa vez de escrita
The Wattys: a competição anual do Wattpad




28 de outubro de 2013

Especial Semana do Terror - Desafio 365 Dias de Filmes: Invocação do Mal



Invocação do Mal (The Conjuring)
Gênero: Terror/Thriller
Ano de lançamento: 2013
Duração: 112 minutos

Sinopse: Invocação do Mal é baseado em fatos reais e conta a história da família liderada por Lily Taylor e Ron Livingston, que após a mudança para uma nova casa, começa a ser atormentada por forças malignas que ali residem e resolvem pedir a ajuda do casal Edward e Lorraine Warren, investigadores paranormais, para ajudá-los a livrar-se dessas entidades, antes que corram real risco e vida.


Uma família se muda para um casa adquirida em um leilão do governo, cuja a história é desconhecida e após se instalarem nela, passam a sofrer com a investida de espíritos/demônios que ali habitam. Nada de novo. Porém, Invocação do Mal é uma caixinha de surpresas, dentro de um molde comum.
Nos anos sessenta, sem nenhum tipo de tecnologia avançada, receitas de exorcismo na internet, nem brincadeiras infantis mais inovadoras e com menos risco de terminar em pânico geral, Invocação do Mal trás um enredo comum, porém com o "plus" de se passar em uma época sem recursos e com um visual vintage que ajuda e muito a atingir nossos nervos e corações em uma sequência de sustos e momentos de agonia total (daqueles que te faz cobrir o rosto e torcer os dedos dos pés).



Após se mudar para sua nova casa, o casal Lily e Ron e suas cinco filhas esperam começar uma nova vida, cheia de felicidade e novas oportunidades. Porém após alguns dias vivendo ali, sinais de que as coisas podem não ir tão bem assim, começam a surgir e levantar questionamentos em todos, sobre se ali é realmente um lugar seguro para viverem. 
O terror começa, quando Ron, caminhoneiro, é escalado para uma viagem de uma semana e deixa sua esposa e cinco filhas na casa. Entidades malignas começam a tentar se comunicar de todo jeito e deixar seu recado para que deixem o local, mas como humano é bicho ceticista, quando percebem o recado, já é tarde demais. Após constatar que existem outros seres vivendo alí com eles, Lily e Ron vão atrás do famoso casal de investigadores paranormais, Edward e Lorraine Warren, em busca de respostas e quando os dois visitam a casa, fica constatada uma forte e perigosa energia maligna, que os mobiliza a bolar uma operação para a obtenção de provas, para um possível exorcismo do local. Enquanto tentam convencer o padre local a realizar o exorcismo sem o a etapa burocrática do vaticano, o casal de investigadores acompanha a investida do mal sobre aquela família, até chegar ao inevitável momento em que além de possuir a casa, o mal passou a possuir um dos membros da família.
Além desse super caso, o filme ainda conta com uma introdução ao caso da boneca Anabelle (duas enfermeiras descobrem que o espirito de uma garota habita seu apartamento e permitem que esta tome uma boneca completamente assustadora como receptáculo para que possam interagir). Que se mescla a trama de forma inesperada, deixando-nos ainda mais apreensivos.



Porém a cereja do bolo desse filme, é que Lorraine, com seu olhar sensitivo consegue enxergar tudo de ruim que já acontecer na residência e todos os espíritos malignos que ali habitam, porém nós, não. A reação que temos ao terror de tudo o que acontece, é através da linguagem corporal e do olhar de Lorraine. Isso quer dizer, conseguimos ver por como ela reage que algo muito ruim aconteceu ou está acontecendo e após respirarmos o pânico em sua mais pura forma para dentro de nossos corpos, é que vemos em si, o que se passou ou se passa. 


Não senti a potência de terror como senti em alguns outros filmes, como em Evocando Espíritos 1 (meu filme favorito, por isso sempre me baseio nele), mas vale muito a pena ser assistido. Além da questão objetiva do gênero, que é nos aterrorizar, Invocação do Mal ainda conta com uma grande porção de história, do casal Warren e suas experiências profissionais e sobre possessões, exorcismos e a burocracia do vaticano para a execução desse, ainda mais quando a pessoa a ser ajudada não é batizada no catolicismo. Amo demais história e quando é sobre uma assunto tão interessante como o sobrenatural, é difícil não querer sugar o máximo de informações possíveis.
Não tão assustador por seus efeitos especiais, mas sim, por ter como base, fatos reais e por se passar em uma época que não ajudava muito quem precisava se libertar do mal, quando ele já fazia parte da família.

Avaliação: ★★★★

E para quem quiser aproveitar o clima do dia das bruxas e saber mais sobre os casos do casal Warren, confira aqui


Beijos e boa semana!
Aline, Uma Leitora

3 comentários:

  1. Oie :)

    Estou louco para assistir esse filme, eu gostaria de ter visto no cinema mas infelizmente não deu :(

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aline, eu amo as suas resenhas! Me sinto um pouquinho humilhada, mas amo. haha Tive a oportunidade de assistir esse filme no cinema, o que, na minha opinião, deixa um filme de terror muito mais assustador. Gritei tanto, o que me cativou mesmo foi esse clima vintage, como se estivesse resgatando aquele clima dos filmes de terror antigos que a gente adora. Achei muito bom mesmo.
    Beijo.
    p4raparadise.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o filme e nem preciso dizer que você é demais para escrever....

    ResponderExcluir

 
♥ Theme por Yara Lima, do Dear Maidy, exclusivo para Romantic lit © 2015 • Todos os direitos reservados • Topo